BLOG DOS POETAS ALMADENSES

«A poesia é o espelho da cultura de cada país e nela se reflectem os estados de alma, anseios e aspirações... tudo o que diz respeito ao mais íntimo das pessoas, dos povos e da humanidade... que seja dita e cantada, que sirva para conectar para além do espaço das ideologias e dos sistemas, porque A POESIA É, FUNDAMENTALMENTE, UM ESPAÇO DE LIBERDADE.»

quarta-feira, março 05, 2008

"Tempo Meu", de Alexandre Castanheira

Na Mesa (da esquerda para a direita): Alexandre Castanheira (o autor), Carlos Rosado (Presidente da SFIA - Sociedade Filarmónica Incrível Almadense) e Ermelinda Toscano (dos Poetas Almadenses).
Estiveram presentes quase uma centena de pessoas, amigos sobretudo, porque esta foi, sem dúvida, uma reunião de afectos que junto em torno do autor e da sua poesia, uma série de gente interessada em, conviver e partilhar um animado momento cultural.
Entre autarcas (das Juntas de Freguesia de Almada, Cacilhas e Laranjeiro), dirigentes associativos (SFIA, O FAROL - Associação de Cidadania de Cacilhas e SCALA - Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada, que participaram na organização), poetas locais (mais ou menos conhecidos), antigos companheiros de jornada e muitos amigos, esta foi uma magnífica festa de homenagem a Alexandre Castanheira, um dos mais conceituados autores da nossa terra.
No final da apresentação do livro Tempo Meu, uma edição especial dos cadernos Uma Dúzia de Páginas de Poesia (da colecção Index Poesis, dos Poetas Almadenses), o autor numa sessão de autógrafos.

O Grupo de Teatro Amador da SFIA dá início, com um pequeno interlúdio teatral, à festa de aniversário dos 80.º anos do professor Alexandre Castanheira.

De seguida, foi a actuação do grupo das "Cantadeiras Alentejanas", da Alma Alentejana. Antes de cada canção, a poetisa alentejana Rosa Dias declamava poemas de sua autoria.

Depois, seguiu-se a intervenção de Francisco Naia com os seus improvisos, entre outros: um poema de Alexandre Castanheira e os "parabéns a você" acompanhados com a música da "Internacional".

E o espectáculo encerrou com chave d'ouro: a actuação do grupo "Os Cantadores da Rusga".


Findo o momento cultural, já passava da meia-noite, e apesar de o dia seguinte ser de trabalho, cantaram-se (de novo) os parabéns e comeu-se o bolo de aniversário.
Veja AQUI, a foto-reportagem completa (com fotografias de Ermelinda Toscano, Leonro Vieira e Luís Milheiro).

Etiquetas:

1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home